Doenças Reumáticas • Lúpus Eritematoso Sistêmico (LES)

 

O que é?

É uma doença crônicana qual ocorre uma ativação do sistema imunológico, caracterizada pela presença de múltiplos auto anticorpos. Compromete principalmente mulheres jovens, entre 20 a 45 anos. Pode afetar múltiplos órgãos e evoluir alternando períodos de atividade inflamatória com períodos de remissão (sem sintomas da doença).


Causa
Causa desconhecida, porém múltiplos fatores estão envolvidos no desencadeamento da doença, como genéticos, ambientais, hormonais, infecciosos, algumas medicações e radiação ultravioleta (luz solar).





Diagnóstico
Depende de achados de exame físico, história clínica e exames laboratoriais. A correta interpretação desses achados é quem determina o diagnóstico.Háuma grande variedade de auto-anticorpos relacionados à doença, sendo a  pesquisa de anticorpos antinucleares (AAN), também conhecido como FAN, positiva em 95% dos casos de LES, no entanto , sua presença não é sinônimo de doença. Há indivíduos saudáveis que apresentam positividade para o FAN.

Abaixo alguns autoanticorpos que podem estar relacionados:

• Anti-Ro/SSA e anti-La/SSB;

• Anti P ribossomal;

• Anti-DNA nativo;

• Anti-Sm e anti-RNP;

• Antinucleossomo;

• Anticorpos antifosfolípides.





Sintomas
• Pode ter manifestações em diferentes órgãos e sistemas do organismo;

• Queixas gerais como mal estar, fadiga, perda de peso e febre são freqüentes durante períodos de atividade da doença;

• Os órgãos mais freqüentemente acometidos são:

• Comprometimento Articular:

Dor e inflamação das articulações são as manifestações clínicas mais freqüentes;

• Comprometimento da Pele:

Fotossensibilidade à exposição solar com aparecimento de  vermelhidão da pele (rash) e lesão avermelhada em forma de asa de borboleta no dorso do nariz e na região malar as lesões clássicas.  A queda do cabelo (alopécia) e envolvimento das mucosas são também bastante comuns;

• Comprometimento de Serosas:

A pleura e o pericárdio são tecidos de revestimento do pulmão e coração respectivamente, podendo se apresentar inflamados (pleurite e pericardite);

• Manifestações Hematológicas:

A manifestação mais comum é a anemia normocrômica, conseqüência do processo inflamatório ou deficiência de ferro. A diminuição no número de plaquetas (plaquetopenia) pode ser crônica;

• Comprometimento Renal:

É uma manifestação freqüente e importante, uma vez que podem evoluir com perda da função renal. Os sinais e sintomas como edema em membros inferiores, diminuição de volume urinário, urina espumosa, sangue na urina e hipertensão arterial entre outros podem definir diferentes tipos de comprometimento (determinados por biópsia);

• Comprometimento de Outros Sistemas:

Possa eventualmente ser envolvido, o sistema nervoso central, periférico, cardiovascular, gastrointestinais entre outros.





Tratamento
• Conscientização do paciente quanto à doença e sua evolução, bem como adesão ao tratamento proposto;
​
• Orientações gerais:

Fotoproteção (uso de protetor solar adequado), dieta balanceada e rica em cálcio, condicionamento físico e evitar ou controlar o estresse emocional e infecções;
​​
• Tratamento medicamentoso:

Deve ser individualizado e é dependente do tipo e gravidade de sua manifestação clínica :
​   - Antiinflamatórios;
   - Antimaláricos;
   - Corticoesteróides;
 - Agentes imunossupressores (ciclofosfamida, metotrexato, ciclosporina, azatioprina,sulfassalazina);
   - Agentes citotóxicos (micofenolatomofetil);
   - Agentes imunobiológicos (Rituximabe ,Belimumabe).

​​Agende sua consulta


​Consultório 1:
Rua Barata Ribeiro, 237 - Cj 94 / 96 | Bela Vista | São Paulo SP | tel. 11 3262 4980 / 11 3237 3053
​Consultório 2: Rua Dona Adma Jafet, 91 | Bela Vista | São Paulo | tel. 11 3394 5007